Doppler Transcraniano

O Doppler transcraniano é um método de emissão pulsada de ondas de baixa frequência, capazes de atravessar o crânio íntegro. Trata-se de um exame não invasivo, sem riscos e indolor ao paciente. O objetivo do exame é avaliar a circulação sanguínea dos principais vasos intracranianos, principalmente em pacientes com doenças cerebrovasculares.

PRINCIPAIS INDICAÇÕES


  • Situações de tontura, vertigem, síncope e doença vascular cerebral.
  • Na suspeita de estenose (estreitamento) das artérias basais do encéfalo.
  • Avaliação do padrão e efetividade das circulações colaterais intracranianas em doentes que apresentam estenoses ou oclusões extra ou intracranianas.
  • Avaliação e seguimento de pacientes com traumatismo cranioencefálico da evolução de vasoconstricção, conhecida como vasoespasmo, das artérias intracranianas de qualquer etiologia, especialmente após ocorrência de hemorragia subaracnóidea.
  • Detecção de mecanismo de embolia encefálica paradoxal, conhecido como “shunt direito-esquerda”, na pesquisa de forame oval patente e fístula arteriovenosa pulmonar.
  • Na suspeita de hipertensão intracraniana e de morte encefálica.




PREPARO


  • O paciente deve estar bem alimentado no momento da avaliação
  • Lavar e secar bem o cabelo, de preferência na noite anterior ao exame
  • Não utilizar nenhum produto no cabelo após a lavagem (fixadores, gel, cremes, óleos, tinturas..)
  • Evitar alimentos com cafeína nas 8 horas anteriores ao exame
  • Não é necessário suspender os medicamentos de uso contínuo, mas eles devem ser informados ao médico.




NO DIA DO EXAME


Comparecer ao setor com 30 minutos de antecedência portando os seguintes documentos:

  • RG.
  • CPF.
  • Cartão do convênio.
  • Pedido médico dentro do prazo de validade.
  • Guia autorizada do seu convênio, se necessário.
  • Exames anteriores, se houver.
  • Sempre informe seu médico sobre medicamentos utilizados e demais condições físicas.




PROCEDIMENTO


O paciente é colocado em posição deitada, então o médico especialista encosta um dispositivo em determinadas regiões da cabeça do paciente com o objetivo de detectar sinais de fluxo sanguíneo nas artérias do cérebro. O procedimento é seguro e indolor.