shutterstock_1469338499.jpg

Neuropsicológico

É uma avaliação muito detalhada do funcionamento de funções mentais (também chamadas de neuropsicológicas ou cognitivas) tais como atenção, memória, linguagem oral e escrita, raciocínio lógico, planejamento, percepção visual, capacidades matemáticas, etc. Com o perfil destas funções, é possível compreender melhor queixas ou sintomas que são difíceis de se quantificar e documentar

PRINCIPAIS INDICAÇÕES


  • Transtornos da Aprendizagem (Dislexia, Discalculia)
  • Transtorno da Linguagem (DEL)
  • Transtorno do Desenvolvimento Intelectual
  • Distinção entre envelhecimento normal e processos patológicos (demência)
  • Distinção entre tipos diferentes de demência
  • Transtorno do Espectro Autista
  • Transtorno do Déficit de Atenção / Hiperatividade (TDAH)
  • Déficits associados a doenças neurológicas (epilepsia, Parkinson)
  • Sequelas de eventos que atingiram o sistema nervoso central (traumatismos cranianos, acidentes vasculares cerebrais, hipóxia (“falta de oxigenação prolongada”); intoxicações (por metais pesados, agrotóxicos, etc.), infecções (meningites e encefalites), etc.), abuso de álcool e drogas, etc.)




PREPARO


Não há preparo específico para a avaliação neuropsicológica.




NO DIA DO EXAME


Comparecer ao setor com 30 minutos de antecedência portando os seguintes documentos:

  • RG.
  • CPF.
  • Cartão do convênio.
  • Pedido médico dentro do prazo de validade.
  • Guia autorizada do seu convênio, se necessário.
  • Exames anteriores, se houver.
  • Sempre informe seu médico sobre medicamentos utilizados e demais condições físicas.




PROCEDIMENTO


A avaliação neuropsicológica é realizada por um especialista e consiste em algumas etapas:

  1. Entrevista especializada realizada por profissional com experiência.
  2. Observação comportamental por profissionais com experiência (médicos, psicólogos e fonoaudiólogos).
  3. Interpretação de diferentes escalas de avaliação de sintomas e o uso de diversos testes neuropsicológicos padronizados.